MENU

20 de março de 2013 - 9:17F-Indy

As corridas de Campinas

SÃO PAULO | Não sei se o pessoal de Campinas ainda conserva a essência do ‘R’ puxado, aquela caipirice, no bom sentido, do interior ou se já está adaptada ao mundo da megalópole-mãe do estado, mas o que importa é que a cidade ainda está longe de se tornar um polo de recepção de corridas.

Deu ontem no ‘G1′ que o município vizinho ao de Fernando Silva pretende receber a Stock Car e a Indy em um futuro próximo. Mas a realidade é que “nada do que foi aventado — por telefone e de maneira muito sucinta — permite vislumbrar desdobramentos futuros”. E considerando que “há sempre consultas por parte de cidades querendo atrair” a categoria americana, conclui-se que, por ora, a ideia está apenas na gaveta.

Porto Alegre, anos atrás, fez um esforço tremendo para levar a Indy para aquelas terras e não conseguiu. O mesmo aconteceu com Ribeirão Preto, terra da cana que dá origem ao etanol usado nos carros ítalo-americanos (made by Dallara), e também falhou. Campinas precisaria de um atrativo muito valio$o para mudar essa história.

15 comentários

  1. julio disse:

    pra ter representatividade em algum esporte a Cidade deve proporcionar aos seus habitantes, principalmente a crianças e adolescentes estrutura, planejamento e vontade dos governantes de formar atletas, criar uma base, um seleiro em pelo menos uma modalidade esportiva, e isso leva anos pra desenvolver, e pelo jeito isso vai demorar muitoooo

  2. Verde disse:

    Hunf… Campinas não tem dinheiro, não tem mínimas condições para uma prova de rua, não tem sequer gente que gosta de automobilismo. O kartódromo está fechado por ordem judicial e a loja que trabalhava com produtos sobre o esporte no Galleria fechou por dar prejuízos.

    Quer conhece Campinas sabe que se trata de uma cidade com muito mais ideias do que realizações.

  3. Marcelo disse:

    Pq antes de pensar grande não reativar o Kartódromo, celeiro de mato e criadouro de dengue……????

  4. Guilherme disse:

    Em Campinas não se puxa o “r”, voce fez confusão com Piracicaba. E tempos atras o papo era montar uma pista proximo ao parque Hopi rari.

  5. Tiago Carvalho disse:

    Chega a ser ridícula a notícia, pois existe um veto ao kartódromo aqui da cidade, por “fazer muito barulho” e incomodar os moradores da região. E como já foi dito acima, não há uma avenida ou rua que permita um carro de competição a mais de 180 km/h.

  6. Mark disse:

    Lembrando que Indy não corre em pistas boas. Só em arremedos de pista. Assim sendo….

  7. Diogo disse:

    Além da grana, a cidade precisa ter um atrativo comercial para as equipes e a categoria. Mesmo provas como a do Japão (sede da Honda) e a Austrália (com um grande público e bom número de patrocinadores locais) não resistiram ao aspecto comercial da Indy.

  8. Vc disse isso de Campinas mesmo? Ou de outra cidade vizinha?

  9. Rodrigo Moraes disse:

    Além do que, aqui não há circuito, e nem sequer avenidas largas e lisas. Não há fundamento nenhum nessa estória.

  10. Luiz Lourenço Dos Santos disse:

    Campinas sempre ensaiou para ter corridas em sua cidade,o problema é que ate agora,ninguem colocou a cara para bater e arregaçar as mangas para que as negociações com as duas categorias fórmula indy e stock car cheguem a um consenso para saber o que campinas tem a oferecer e tambem saber se já tem uma area para fazer o autodromo que para ser mais exato e direto,todo mundo fala que gostaria que a fórmula indy e stock car desembarcassem em solo campineiro,mas,para isso todos tem que ter em ambas as partes uma negociação muito bem elaborada e trazer idéias estrategicas para montar ambos os circos,campinas é uma cidade muito boa para receber as duas categorias e tem também o aeroporto de viracopos que vai facilitar muito a vinda da fórmula indy e da stock car,vou torcer para que o secretario de turismo e o prefeito estudem a proposta de ambos e que as duas categorias comecem a sentar na mesa de negociações da prefeitura para que cheguem a um acordo amigavel ou não,estaremos no aguardo dos acontecimentos.

  11. Fabio Lima disse:

    Bom dia Victor,
    Sim, por aqui ainda se fala ‘caine’ ao invés de ‘carne’ e ‘poita’ ao invés de ‘porta’, rsrsrs.

    • Luis disse:

      Na verdade, só as crianças de 3 anos de idade falam “caine”, “poita” e … “manhe, Fabio Lima é bobão !”

      As pessoas puxam sim o R, falam “Ó” no lugar do “oi”, e se acham da capital. E, claro, não haverá F-Indy ou Stock em uma cidade que ficou às moscas por anos devido às más administrações e à corrupção.

  12. Tudo que a Indy não precisa no momento é outra corrida de rua, ainda mais fora dos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>