MENU

10 de junho de 2009 - 13:35F1

Renault e a ameaça

SÃO PAULO | A Renault preparou uma cartinha a seus patrocinadores, fornecedores, amigos e colegas de trabalho e avisou que pode, sim, deixar a F1. Que ninguém se espante, chore, esperneie, mas a situação é essa, a FIA é boba e cara-de-mamão e Carlos Ghosn, Flavio Briatore e cia. não aceitam o teto e a intansigência da entidade.

Faltam dois dias. Hoje Fota e FIA iam se reunir para decidir o que fazem da F1 e de seus destinos. Para Max Mosley, que provocou toda essa história macambúzia e nervótica, a solução é simples.

E se a Renault bater o pé e retirar seu time de campo, alguém, até mesmo Briatore, ou uma das tantas que ficarem de fora da peneirinha da FIA, vai e compra a equipe.

Muito, muito simples. 

1 comentário

  1. sidewinder disse:

    A Renault é assim mesmo: é só começar a andar p’ra trás que pula fora da F1. Das outras vezes que largou a categoria, não fez muita falta e não será dessa vez que fará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *