MENU

18 de março de 2011 - 9:51Automobilismo brasileiro, Stock Car

Mais taxas

CURITIBA | Na comemoração de dois anos deste novo mandato da CBA, próspero e eficiente, os pilotos e as equipes da Stock Car foram obrigados a dar um presente à entidade.

A CBA resolveu criar uma superlicença para os competidores desta categoria. Quem não a tiver, então, não pode correr. Ou seja, é pagar ou pagar. O preço de tabela é de R$ 1.300. Em alguns casos, pode ser negociado, a gosto do cliente. Mas partindo do custo-base, e considerando que 31 pilotos vão disputar a etapa de Curitiba, a confederação nacional foi agraciada com pouco mais de R$ 40 mil. 

O grupo de Cleyton Pinteiro, Nestor Valduga e outrem resolveram dar outra valia para cobrar das 16 equipes uma taxa para que participem do campeonato. Quem não pagar, não pontua. Entenderam? Para estarem do campeonato de equipes, as equipes terão de pagar. Algo em torno de R$ 3.000. No total, pois, mais R$ 36 para os cofres cbazísticos.

Não é fascinante nosso automobilismo, hã?

26 comentários

  1. Paulo de melo Gomes disse:

    Em SP custa R$1300.00 50% vai para a CBA
    Em Pernambuco custa R$450.00 a CBA recebe R$225.00

    Fui Campeão Brasileiro de Automobilismo 14 vezes, sendo em quatro oportunidades na Stock Car, o Ingo só na Stock Car foi Campeão 12 vezes, fazemos parte da CBA, eu como Diretor e o Ingo como Membro do Conselho! Nós dois temos nomes fortes e honrrados dentro do Automobilismo de nosso País, nunca participariamos de uma entidade que pudesse prejudicar nosso esporte!!!!!!!!

  2. Paulo de melo Gomes disse:

    Caro Gabriel, não é ingenuidade nenhuma vc perguntar onde vai essa grana, vc estaria sim esclarecendo o que a CBA faz com esse dinheiro! Por que cobra essas taxas! Em São
    Paulo custa R$1300.00 em outros estados é menos de metade desse valor! O valor das taxas não vão totalmente pra CBA, e sim metade! Em Pernambuco essa taxa custa R$450.00,
    e vai para a CBA R$225.00.
    Vc poderia enviar um e mail diretamenta à CBA que teremos o maior prazer em informa-lo
    de todos compromissos da entidade bem como todos gastos por ela realizados!
    Eu nunca faria parte de uma organização que não agisse corretamente! Tenho um nome
    forte e digno em nosso esporte, e não me sujeitaria em prejudicar o Automobilismo de nosso
    Pais participando de uma entidade desonesta! Com certeza não é o caso da atual CBA!!!!!

  3. Carlos disse:

    Simples, se os pilotos de carros fossem sérios aqui no Brasil, era só orgazinar uma greve e pronto. Lembram do que aconteceu com a temporada 2004/2005 do hoquei no gelo lá nos Estados Unidos? Simplesmente todo mundo entrou em greve e a temporada foi cancelada. Pilotos brasileiros são iguais a população, reclamam de tudo, ficam bravinhos, mas no final abaixam a cabeça e aceitam tudo numa boa.

  4. Ester disse:

    E bota fascinante nesse automobilismo!!!

  5. junio messias disse:

    e tem piloto q fala q a estorque ainda esta forte hahahahahahahahahahahahahahahakkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. Henrico Muller disse:

    Além de cobrar valores absurdos, onde foi parar a velha regra de obtenção de titulos para se graduar?’Títulos necessários para sua graduação e consequentemente disputar categorias “tops”.
    Trocando em miudos, vou levantar aqui o caso do Rodrigo Navarro que estréia este ano na V8, que título brasileiro ele conquistou? Vou mais além: que corrida ele venceu nas categorias de base?
    Que me lembre, NENHUMA!!!
    Nada contra o piloto,em absoluto, apenas uma constatação da leviandade dos dirigentes que se curvam diante da força da grana

  7. luiz alberto disse:

    Pulitico ,pulitico e puliticos brasileiros a unica coisa que mostram eficiência é em cobrar taxas e tributos e criar leis que só pobre cumpre, e o nosso automobilismo está entregue nas mãos deste tipo de gente.
    Eu estou enganado ou não existe mesmo nomes de dirigentes automobilisticos tupiniquins que tenham tido alguma história dentro das competições como piloto.Seriam só oportunista que adoram um cargo de “PUUUUUUUDERRRRR´´onde cobram-se taxas,tributos,contribuições e ninguem fica sabendo(faz de conta,tá!) onde foi empregada.

  8. André disse:

    Mas não é a Vicar que domina a CBA e agora usa o carPinteiro como marionete? Então está aí, o belo acordo entre eles.
    André / Piloto no http://www.f1bc.com

  9. eduardo furlanetto disse:

    Pelo que entendi, alem de pagar a obrigatoria Super A, tem que pagar a Super Liçença?!?!? Na verdade, o que falta no automobilismo é culhão dos pilotos em falar: ” Tem mais essa? Então to fora…!!!” E ir na mîdia falar pq não correu. O automobilismo chegou nesse ponto absurdo de valores po cada uma dessas que passaram batidas. Culpa dos pilotos que não batem o pé. Fato que infelizmente tem acontecido com o endurance. Devido as brigas de bastidores, entre organizadores, por causa de GRANA, um Gol de categoria 4 que vale R$ 20.000, paga 4000/5000 de inscrição. Ai vem o Toninho de Souza, organiza um campeonato com inscriçoes justas e com muuuuita boa intenção, e se ve obrigado a transformar, logo o primeiro evento, as 300 milhas em duas baterias de 30 min, com uma BMW 68 dos classicos com um 4º lugar no geral, a frente de ferraris… Ele ja me disse, esta fora. Antes disso, o campeonato Brasil Endurance Series, teriam 6 etapas, 3 em SP e 3 em PR, a CBA obrigou a Federacao Paranaense a pular fora, pois concorreria com o falido endurance deles. Os pilotos não tem sequer uma associação que os represente e quem tinha, no caso os caras da Clio, qdo formaram uma, cobravam deles mesmos pilotos, R$ 4.000 para manutenção da propria associação… Eu ja sou mal visto por bater de frente e falar o que penso, e portanto, me candidato a presidir uma associacao dos pilotos e cuidar dos nossos interesses… Claro, sem custo algum, e chega dos palhaços desse circo pagar a conta!!!!

    • Rafael Stutz disse:

      Pelo visto voce conhece tão bem do que está falando quanto dirige um carro de corrida… Merda nenhuma.
      Voce como piloto renomado deveria ler o CDA (Codigo Desportivo do Automobilismo), que diz que a superlicença é a mesma coisa que a Super A.
      Furlanetto, não vai na onda desse VIctor, que voce nao vai muito longe.
      Abraços e nos vemos pelas pistas!

    • eduardo furlanetto disse:

      Com certeza! É a mesma coisa e portanto deve ser paga 1 so vez.

  10. luciano disse:

    SE A CBA FOSSE ELEITA PELOS PILOTOS E NAO PELOS CLUBES NAO ESTARIAMOS VENDO NOSSO AUTOMOBILISMO INDO PRO BREJO DESTA FORMA.NAO TEM MAIS CATEGORIAS DE BASE E A UNICA BASE E O DINHEIRO PARA CORRER.PAGOU ,CORRE.
    NAO QUE O AUTOMOBILISMO FUNCIONE SEM ELE ,MAIS FUNCIONAR SO ATRAVES DELE E QUE ESTA ERRADO.VAI DEMORAR BASTANTE TEMPO PARA SUGIR FITIPALDIS,PIQUES E SENAS DESTE JEITO.E PIOR ,TA MAIS FACIL VER UM ARGENTINO NA F1 NO FUTURO QUE UM BRASILEIRO ,VISTO QUE O AUTOMOBILISMO ARGENTINO E MAIS BEM GERIDO QUE O NOSSO

    • eduardo furlanetto disse:

      Errou! Um argentino não quer nem saber de um formula, muito menos F1. E pq? Pq eles tem 134.876 puuuuta campeonatos, muito bem organizados, relativamente baratos e disputados, muito bem apoiados e que levam 70.000 pessoas para os autodromos… Só isso…

  11. marcão disse:

    Nem dá pra falar mais nada!!!!
    Isso é mesmo um caso de policia!!!
    Sabe aquela de que a policia só prende ladrão de galinha?
    Infelismente é o que está parecendo!!! Os caras lá fazem o que querem e não tem ninguem pra ver se é legal ou não!!!
    Tá feia a coisa!!!
    Uma pergunta: -Será? Será que essa grana pelo menos vai chegar até a CBA?
    E mais outra!!! Os chefes de equipe e os pilotos devem pagar com um chegue nominal e cruzado pra se um dia essas contas forem abertas saberem pra onde foi o dinheiro…
    Certamente não terão surpresas quanto ao destino.. Será supresa se realmente for gasto pela CBA em pról do esporte…..Coisa que duvidamos….
    E pra quem falou que a as pessoas que lá trabalham precisam receber também concordo! Mas? Se trabalharem em suas funções, fomentando e criando condições para a pratica do esporte e sua divulgação…Por falar nisso alguem sabe o conteudo do estatuto da CBA? Será que tem? Será que cumprem, se tiver um?É bom a gente saber dele, né não? Se por acaso não acharem lá no Rio de Janeiro procurem aqui em São Paulo lá na Vila Olimpia…

  12. Carlos Roberto da Silva Junior disse:

    Propina para participar do campeonato isso é a cara do Brasil.

  13. Glauter disse:

    Isso é bem a cara da CBA.

    O que me estranha é o fato de que ninguém diz uma palavra contra, nem pilotos e nem as equipes que vivem chorando miséria dizendo que operam no vermelho.

    Desculpem-me, mas o velho papo de “continuar por amor ao esporte” é mais falso do que nota de R$ 3,00.

    • Ricardo Silva disse:

      No passado, jogadores de basquete já fizeram greve e atrasaram o calendário da NBA em busca daquilo que queriam. Jogadores da NFL estão fazendo ameaça de greve, para negociar o que acham que tem direito.

      O GP de F1 em Indianápolis com 6 carros foi a clara demonstração que no automobilismo existem pilotos e categorias que são incapazes de olhar um pouco mais além do que o próprio umbigo. Conseqüência de uma competição extremamente individualista e com abuso de poder econômico. Então como quem apenas olhas para os próprios interesses, os pilotos tem dificuldades de se organizar para o bem de uma categoria.

      Pilotos e categorias estão insatisfeitos com o que a CBA está fazendo, então está na hora de peitar a CBA ao invés de apenas reclamar pelos cantos. Agora, ninguém pode esperar por uma entidade paternalista que faça tudo de graça pelo amor ao esporte. A CBA também tem contas para pagar. Ninguém é obrigado a pagar para trabalhar ou trabalhar de graça.

  14. Fernando disse:

    Na real, isso já cansou.

    Está mais do que na hora de fazermos alguma coisa, nos organizarmos e irmos quebrar tudo lá. Sou contra a violência, mas esses dirigentes merecem tudo de pior.

    Bando de sangue suga. A sede da CBA deveria se mudar para Brasilia, corja maldita, câncer do automobilismo!

  15. highdownforce disse:

    Fora os R$ 1.300 reais há algum outro pré-requisito para a esta licença dos pilotos?

    Outro coisa, a CBA passa a ter ainda mais poder em mãos, pois pode cassar a licença de equipes e/ou pilotos quando os mesmos a desagradarem.

  16. E nos do marcas e pilotos, categoria base do turismo , de orçamento anual 80 mil, que pagamos R$ 1050,00 na carteira CBA? Esse preço para stock car que tem orçamento perto de 2 milhões por ano é uma pechincha!

  17. Ricardo Oliveira disse:

    Aonde vai ser a festa?

  18. Gabriel Souza disse:

    Fascinante, caro Victor.

    É ingenuidade demais da minha parte perguntar para onde vai essa grana, não?

    Abraço!!

  19. marcio disse:

    Afinal o que é R$1.300 para quem gasta R$ 2.000.000 numa temporada?De grão em grão…

  20. Adalberto "Miagi" disse:

    Ridículo…

    Aliás, essas Federações e a Confederação só prestam pra isso, embolsar……

    Vocês sabiam que um terço das inscrições (altíssimas) que pilotos do Paulista de Automobilismo, vai pra CBA? Num tem nada de CBA os campeonatos, nem sequer um representante da entidade……

    $$$$$$$$$$$$$

    VSF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>