Filhos da Punta del Este

F

PUNTA DEL ESTE | Llegamos à pista e já conhecemos os primeiros detalhes da F-E. Tem um jeitão Indy de ser: mais amistoso, caloroso, humano, então os erros e imperfeições são inerentes ao negócio. Sem contar o fato que você sai da sala de imprensa e lida logo com o mar à frente, a escultura do Monumento das Mãos e as obras inacabadas.

Na sequência do caminho que leva ao habitáculo dos jornalistas — uma espécie de contêiner com mesas dispostas similares a de um grande jantar em família — há os boxes. Em formato curvo, lembra muito a disposição dos pits de Monte Carlo, sobretudo na questão do aperto. Mas é aquela coisa coração de mãe, então tá tudo em casa. O pessoal está naquela base de retirada das cargas e limpeza de peças — alguns se preocupam em varrer a areia do caminho, um fator a se considerar no sábado.

Funcionário varre areia em Punta del Este

O povo aqui ri de tudo e tá achando um barato. Os uruguaios, em geral, são muito simpáticos, dados a uma conversa e a um cumprimento, aquelas noções básicas de convivência em sociedade que alguns de nós esquecemos com a loucura e/ou a falta de noção. O pessoal não está acostumado em nada com a movimentação em torno do automobilismo, até porque o último grande piloto destas terras morreu há 15 anos num terrível acidente em Laguna Seca, Gonzalo Rodríguez.

Estranho é ver a Andretti, que anunciou Vergne como seu piloto há quatro dias, não ter posto o nome e a foto do piloto no toldo de sua garagem. Ainda mais considerando que Brabham Neto foi confirmado há algumas horas como o substituto de Montagny, o Pica-Pau de Polainas da F-E. Dizem oficialmente que foram problemas de saúde, sem especificá-los, mas houve muita queixa pelo que o francês fez na prova em Putrajaya, tirando Heidfeld da corrida.

Andretti sem Vergne

Quem aparece como chefe de comunicação de imprensa é Luca Colajanni, ex-homem forte da área da Ferrari e que acabou saindo há alguns anos para ocupar um cargo na Marussia. Não se deu muito bem lá, independente do estado agonizante da equipe.

Alguns pilotos já deram sua volta de reconhecimento do traçado de 2,7 km, como Lucas Di Grassi. Logo mais no Grande Prêmio haverá uma galeria com as fotos desta manhã. Que está sendo bem agradable y disfrutable.

Sobre o Autor

Victor

Jornaleiro, dinamarquês, bebum, calhorda, galhofeiro, mulambo e autor de selfies com urnas. Tô sempre no Grande Prêmio e às vezes na ESPN

Adicione um Comentário

Por Victor

O dono da bola


É jornalista, palmeirense, dinamarquês por opção e sempre pensou que ia ter de cobrir futebol antes de chegar ao automobilismo, que acompanha desde os 7 anos. E desde que se formou, está na Agência Warm Up e no Grande Prêmio, isso há mais de 13 anos. Neste tempo, foi colunista do iG, escreveu para 'Folha de S.Paulo', 'Lance!' , 'Quatro Rodas' e 'Revista Audi', foi repórter da edição brasileira da 'F1 Racing', cobriu F1, Stock Car, DTM, a Indy e quatro edições das 500 Milhas de Indianápolis, e outras categorias ‘in loco’. Agora também é comentarista dos canais ESPN. Conheceu cidades como Magdeburgo, São Luís, São Bento do Sul e Nova Santa Rita, traduziu um livro da Ferrari e já plantou um monte de árvores. Tem quem fale que seria um grande ator, mas ter ganhado o Troféu ACEESP 2011 como 'Melhor repórter' da imprensa escrita mostrou a escolha menos errada. Adora comida japonesa, música eletrônica e odeia ovo, ervilha e esperar. “Necessariamente nessa ordem", diz.
ASSINE O RSS

Arquivos

Categorias

Tags

Twitter

Publicidade

Facebook

Publicidade